05/08/2015

Vida, motivos e abraços




Algumas coisas não acontecem por acaso. Algumas pessoas não chegam às nossas vidas por acaso e muito menos saem dela sem motivo. A vida é feita de acontecimentos estes que compõem uma infinidade de outros acontecimentos que viram recordações para uma vida inteira. Viver é muito mais que respirar. É pensar, descobrir coisas novas e viver cada momento como se fosse o último. É saber que aquele amigo não está bem. É ajudar sem pedir nada em troca. É falar com os olhos aquilo que você sente. É não pedir desculpas a você mesmo por não ser aquilo que gostaria. Não podemos nos cobrar demais, somos apenas humanos tentando descobrir coisas que, talvez, um dia descobriremos. Viver é não ter medo de ser quem a gente é. De abraçar aquele amigo especial mesmo que a vergonha quase te impeça. De dizer coisas bobas e sorrir sem motivo aparente. Saber que nem tudo na vida são flores, pois a decepção, a maldade e a tristeza fazem parte da nossa vida. Porém, tudo que é ruim um dia passa, vai embora, pra bem longe mesmo! E o que fazer dessa vida tão diversificada e que muda a cada segundo? Eis que não podemos encontrar respostas para tudo, mas eu diria que apenas viver é uma resposta viável, porque não tem nada melhor que acordar e descobrir que você tem um longo e novo dia para viver e fazer o que bem quiser. Portanto, viver é... Um privilégio, talvez? A vida não é um acaso, ela tem um sentido, uma razão e somos nós que fazemos ela ter os motivos já citados nesse texto, somos nós que damos à vida a alegria de poder viver.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design |Editado por: Alana Cristina | Tema: Viagem - Blogger • voltar ao topo